As equipes da Actemium Cambrai e Actemium Arras trabalharam conjuntamente para ajudar a Durand Production a converter uma linha de produção de limpa vidros em unidade de produção de soluções hidroalcoólicas.

Em março de 2020, quando a diretoria da fábrica Durand Production (Grupo CIPELIA) de Harnes, na região Pas-de-Calais, é informada de uma licitação do governo para suprir a penúria de produtos de proteção contra o coronavírus, ela decide imediatamente participar. Com um trunfo: um protocolo para converter uma linha de produção de limpa vidros em unidade de produção de soluções hidroalcoólicas.

A Durand Production tem hoje uma capacidade de produção de 100.000 litros por dia.

No dia 21 de março foi selecionada a candidatura desta empresa especializada na fabricação de fluidos para automóveis. Seis dias mais tarde, os primeiros litros de soluções são entregues. Em pouco tempo, cerca de 50.000 litros saem diariamente da fábrica, destinados principalmente a hospitais, lares para idosos e à cadeia alimentar.

Para modificar seu modelo industrial, a Durand Production contou com a experiência e competências de um parceiro de longa data: Actemium, uma marca da VINCI Energies com experiência em soluções industriais.

Há pouco menos de dez anos, as equipes da Actemium Cambrai e Actemium Arras já tinham juntado forças para montar a linha de produção de limpa vidros na fábrica de Harnes. “Mais uma vez, dividimos o trabalho: a Actemium Cambrai se encarregou da coordenação, e a Actemium Arras do desenvolvimento dos sistemas de automação e do registro histórico e informático dos dados“, conta Benoît Cuisset, gerente de unidade de negócios Actemium Cambrai.

100.000 litros por dia

A Durand Production teve de adaptar seu processo de fabricação de produtos limpa vidros ao das soluções hidroalcoólicas para garantir uma capacidade de produção que deverá chegar aos 100.000 litros por dia, em particular instalando um tanque adicional em inox.

Quando nos contatou no final de março, a Durand Production já tinha realizado os testes necessários, mas precisava de apoio para automatizar e assegurar as modificações nos tanques e linhas de embalagem“, explica Benoît Cuisset.

Na medida em que dominamos perfeitamente a automação existente, o processo pôde ser realizado em menos de uma semana“, conclui o gerente de unidade de negócios Actemium Cambrai.

17/06/2020