Para seu cliente Sanofi Pasteur, a Actemium Lyon Process Solutions disponibilizou um dispositivo de óculos conectados para realizar à distância os testes de aceitação de equipamentos em pleno período de quarentena.

Desde a sua criação em 1947, a Actemium Lyon Process Solutions, especialista em caldeiraria de aço inoxidável, trabalha com o Instituto Mérieux, ainda hoje seu principal cliente. Conhecido hoje como Sanofi Pasteur, o líder mundial das vacinas encomenda regularmente cubas para a cultura de vírus à filial da Actemium, a marca industrial do grupo VINCI Energies.

Na sua última encomenda, constituída por cerca de quinze “reatores” ou cubas de processo, a Sanofi Pasteur viu-se confrontada com um novo problema: como realizar os testes de aceitação dos seus equipamentos e verificar suas especificações em pleno período de confinamento?

Normalmente, nossos clientes vêm à nossa fábrica para fazer um FAT (Factory Acceptance Test), explica Nicolas Galet, gerente de unidade de negócios da Actemium Lyon Process Solutions. Na presença dos produtos que são instalados em uma das nossas oficinas como se estivessem nos locais dos clientes, eles efetuam uma dupla verificação: em primeiro, verificação dos documentos, sobre o método de fabricação, certificações, dimensões, número de fundição; em seguida, verificação dinâmica, em particular com testes de agitação, retenção zero ou testes de facilidade de limpeza.”

Ora, no início de maio de 2020, com a pandemia do SRAS-CoV-2, todos os deslocamentos foram proibidos ao pessoal da Sanofi Pasteur. “Após consultar nossos colegas da Actemium Lyon Maintenance que, graças às experiências realizadas com La Factory de VINCI Energies, desenvolveram a utilização de óculos conectados para auxiliar seus técnicos de manutenção, decidimos elaborar um protocolo com esta solução virtual“, continua Nicolas Galet.

Os olhos do cliente

A empresa organizou então uma videoconferência com a Sanofi Pasteur, à qual foi associada uma interface que permite ao cliente interagir com o técnico de qualidade da Actemium Lyon Process Solutions, equipado para a ocasião com óculos conectados.

“Nosso técnico era por assim dizer os olhos do cliente, que podia pedir-lhe para verificar visualmente este ou aquele ponto diretamente no material, realizando por exemplo um teste ao vivo com um rugosímetro, ou verificando visualmente os cordões de solda”, explica Nicolas Galet, que enfatiza a importância deste processo para garantir a tranquilidade do cliente.

A qualidade dos equipamentos, em particular o alto nível de resolução da câmara, e a indispensável aprendizagem desta nova forma de trabalhar são as condições para o sucesso deste tipo de solução. “Tal como o cuidado necessário à elaboração de um protocolo preciso”, acrescenta o gerente da unidade de negócios da Actemium Lyon Process Solutions, “especialmente no que diz respeito à criação dos meios necessários para permitir ao cliente validar o compromisso de aceitação com a assinatura final”. 

“Decidimos integrar esta solução na nossa oferta e já a propusemos a vários clientes.”

Esta experiência permitiu à Actemium Lyon Process Solutions demonstrar aos seus clientes que era capaz de garantir a continuidade do negócio durante este período tão particular e excepcional de grande crise sanitária. A esta vantagem deve-se acrescentar as economias geradas por tal solução: nenhuma despesa de deslocamento e alojamento, com um impacto significativo na redução da sua pegada de carbono.

“Decidimos integrar esta solução na nossa oferta e já a propusemos a vários clientes”, afirma Nicolas Galet, que planeja adquirir seu próprio sistema de óculos conectados. Neste intuito, a Actemium Lyon Process Solutions está trabalhando com a VINCI Construction, que também utiliza este tipo de solução nos seus canteiros de obra, para identificar o equipamento mais adequado à sua atividade.

17/06/2020