A renovação térmica dos edifícios é o estandarte do relançamento. A Convenção do Cidadão sobre o clima já incluiu este projeto entre suas propostas. Desde então, Emmanuel Macron e Jean Castex, por sua vez, enfatizaram sua importância.

Este projeto é de fato benéfico de muitas maneiras. O setor gera “empregos locais, que não podem ser deslocalizados”, observa Audrey Zermati. Além disso, a construção civil é o maior consumidor de energia na França (45%). É responsável por 19% das emissões de gases com efeito de estufa (GEE). Atualmente, existem cerca de 7 milhões de “peneiras energéticas”, moradias energívoras com um diagnóstico de desempenho energético (DPE) de F ou G, as piores classificações. Isto representa “contas muito altas, especialmente para as famílias mais modestas”, diz Étienne Charbit. Logo, renovar as casas tem o efeito de resgatar uma parte do poder aquisitivo.

14/09/2020

Descubra mais