O tempo de recarga e a autonomia são os dois maiores obstáculos no caminho rumo aos carros elétricos. Pesquisadores alemães e holandeses estão desenvolvendo uma solução promissora que permitiria até 2.000 km de viagem antes de precisar recarregar a bateria de íons de lítio. Este incremento significativo da autonomia resulta de um novo processo de fabricação de eletrodos. Isto envolve depositar sobre o ânodo e o cátodo uma camada de material de captura de elétrons com uma espessura equivalente à de um átomo. Segundo os pesquisadores, o processo, que aumenta significativamente a eficiência do eletrodo, permitiria armazenar 3 vezes mais energia para o mesmo volume, e recarregar 5 vezes mais depressa: até 80% da bateria em 10 minutos.

15/06/2021

Descubra mais