A Omexom acompanha uma equipe de estudantes holandeses que têm como meta participar na famosa corrida com um carro elétrico recarregável em dois minutos. Tão rápido quanto encher o tanque de um veículo térmico.

Nas corridas automobilísticas em circuitos, o tempo de reabastecimento do tanque de gasolina é um fator chave. Quanto mais curto, melhor, porque o tempo de parada no box é medido em preciosos minutos perdidos. O que vale para um carro com um motor térmico vale também para um carro elétrico. E aqui a equação é complicada!

Recarregar uma bateria leva muito tempo; logo, tentar reduzir este tempo para equipará-lo ao enchimento de um tanque é um verdadeiro desafio.

Para dar uma ideia da façanha a realizar, recarregar um veículo elétrico leva uma hora quando são necessários apenas cinco minutos para encher um tanque de F1.

“Recarregar um veículo elétrico deve ser tão fácil quanto reabastecer um carro com gasolina. Quando tivermos alcançado esta equivalência, então a e-mobilidade será uma realidade.”

Cinquenta estudantes da Universidade de Tecnologia de Eindhoven e da Universidade de Ciências Aplicadas de Fontys na Holanda decidiram aceitar este desafio apresentando em 2023 um carro elétrico especialmente preparado para as 24 heures du Mans.

A InMotion é uma equipe que sonha em criar o carro de corrida mais inovador do mundo. Os estudantes utilizam uma tecnologia inovadora, Electric Refueling, que deveria permitir recarregar um carro elétrico tão depressa quanto um veículo térmico. 

Para alcançar esta meta, a equipe tem que projetar uma bateria adequada“, explica Paul van Schijndel, o responsável da Omexom Dordrecht, que está apoiando a operação.

O futuro da mobilidade elétrica 

Explicando a presença da Omexom (VINCI Energies) ao lado da InMotion e dos estudantes holandeses, Paul van Schijndel lembra que a marca está “comprometida com a transição energética e a construção de um futuro sustentável para todos“.

A InMotion se alinha totalmente com este objetivo, explica Paul van Schijndel. Esta parceria faz todo o sentido, pois a Omexom quer enfrentar os desafios no campo da e-mobilidade e das infraestruturas elétricas. Recarregar um veículo elétrico deve ser tão fácil quanto reabastecer um carro com gasolina. Quando tivermos alcançado esta equivalência, então a e-mobilidade será uma realidade. »

Para demonstrar que a tecnologia de recarga muito rápida em que estão trabalhando tem o potencial de um carro de corrida, a InMotion e os estudantes alinharão seu veículo elétrico em Le Mans na classe “Le Garage 56”, uma categoria que a cada ano recebe um concorrente único que deseja apresentar inovações técnicas de interesse para a indústria.

InMotion não é uma novata nos circuitos de corrida. A equipe já desenvolveu o primeiro carro de corrida a bioetanol na Holanda. Com o segundo, “Fusion”, a equipe entrou nos circuitos holandeses para mostrar do que uma equipe de jovens estudantes é capaz. E com “Visão”, a terceira criação, InMotion pretende prefigurar o futuro da mobilidade elétrica.

11/02/2021