Para a construção de um túnel de 14 km de evacuação de águas residuais na capital sueca, a Axians projetou uma solução inovadora de “rede” para garantir a segurança de todas as operações durante as obras.

Nos últimos 20 anos, a população da cidade de Estocolmo cresceu de menos de 750.000 para mais de um milhão de pessoas. Durante o mesmo período, a população de toda a conurbação sueca aumentou de 1,7 milhões para 2,4 milhões de pessoas. Este forte crescimento populacional foi logicamente acompanhado por um aumento significativo no consumo de água e, portanto, na necessidade de tratamento de águas residuais.

“Fomos designados mestre de obras da solução “rede”, que nos permite conhecer o posicionamento exato de todo o pessoal no canteiro. 

Para reforçar suas capacidades de tratamento, a prefeitura decidiu desenvolver a estação de tratamento de águas residuais de Henriksdal, localizada no sudeste da cidade, com a ambição de torná-la uma das estações mais modernas do mundo.

Ao mesmo tempo, a estação de tratamento de águas residuais de Bromma, no oeste da cidade, será fechada. As águas residuais de Västerort (zona oeste de Estocolmo), tratadas em Bromma, serão transportadas por um novo túnel de 14 km de comprimento até as estações de tratamento de águas residuais de Sickla e Henriksdal.

O aumento da capacidade de Henriksdal protegerá melhor as águas do Lago Mälaren no oeste e reduzirá as descargas para o Mar Báltico no leste, enquanto evita o transporte de lodo de esgoto através de áreas residenciais.

Posicionar todo o pessoal no local em tempo real

A construção deste longo túnel, confiada às empresas Veidekke e YIT que começaram as obras no início de 2020, necessitou um sistema para garantir a segurança no canteiro e, em particular, as entradas e saídas de todos os envolvidos no projeto, que deve ser concluído em 2026.

Graças à assistência da Eitech (VINCI Energies), que nos ajudou durante o período de licitação a entrar em contato com os parceiros certos para realizar o projeto, fomos designados mestre de obras da solução “rede”, o que nos permite conhecer o posicionamento exato de todo o pessoal no canteiro“, explica Thomas Jansson, Market Manager da Axians, a marca TIC da VINCI Energies.

Quando se trata de segurança, é essencial conhecer e rastrear todo o pessoal, mas também os veículos presentes no local em caso de emergência. A Axians está colaborando nesta questão com as empresas suecas Mobilaris, que gerencia o software, e TPO, que projetou e entregou o material.

Um sistema de segurança baseado no wifi

Este projeto necessitou a implementação de um sistema de segurança baseado no wifi, equipado com uma comunicação VoIP para os túneis, um alarme de evacuação, um sistema de controle de acesso ao túnel e uma conexão à Internet para as ferramentas de trabalho.

A maior parte das obras é realizada no primeiro ano com a construção da rede wifi e de todas as instalações nos túneis de conexão. Em seguida, prosseguiremos com a construção contínua da rede sem fio no grande túnel à medida que ele avança“, explica Thomas Jansson. No final, o sistema terá exigido a instalação de uma rede central, 70 PoPs (“points of presence” ou pontos de presença) servindo de interfaces de rede, 350 APs (“access points” ou pontos de acesso ao wifi) e 5 locais de controle de acesso. 

11/02/2021