Os aplicativos propostos à população no smartphone visam transformar as relações entre as instituições e os cidadãos. Sua área de atuação depende das entidades ativas: autoridades locais, empresas, iniciativas da sociedade civil. Da mesma forma, a diversidade dos intervenientes influi na maneira como esses aplicativos modificam o espaço público. O Cerema elaborou um panorama dessas ferramentas a fim de visualizar seus objetivos e seu impacto real sobre o espaço público. Os dispositivos são reunidos em 5 grupos: as telas de toque e painéis móveis, as participações de cidadania no planejamento urbano, as iniciativas de cidadania, a produção de dados para a transformação do espaço e a apropriação digital indevida de espaços públicos.

12/03/2020

Descubra mais