Ontdek hoe topmanagers en opiniemakers denken dat agility van invloed is op bedrijfscultuur, productieprocessen, werkmethodes en mentaliteit.

O jovem engenheiro, cofundador da startup Smart Impulse, e serial empreendedor, embarcou, com o escape game Gaïactica, em uma aventura de sensibilização para as questões climáticas, combinando jogo, tecnologia e ecologia.

Empresário, consultor, professor, palestrante, coach… Aos 31 anos, Dorian Tourin-Lebret já viveu várias vidas. “Sou um empreendedor múltiplo e apaixonado“, afirma logo. Mas para ele, seu maior orgulho é ser “capitão da nave Gaïactica“. Para este jovem engenheiro que experimenta tudo, o mundo da infância e da ficção científica nunca está longe. Mas cuidado, não há espaço para o amadorismo nem para a imprecisão.

Desde Setembro de 2019, Gaïactica, uma nave espacial de 50 m2, está instalada em Cap Sciences Bordeaux, nas margens do rio Garonne. Este escape game, que já foi visitado por mais de 3.000 pessoas, oferece aos visitantes, através de um jogo imersivo, a possibilidade de tomar as decisões certas para “salvar a Terra e a Humanidade das mudanças climáticas”. Uma forma divertida de medir o impacto global das nossas atividades diárias.

“Este projeto, que iniciei no verão de 2018 e que exigiu seis meses de pesquisa científica e elaboração do roteiro e outros seis meses para a produção, está na convergência de três das minhas paixões: tecnologia, questões ambientais e uma abordagem lúdica”, explica Dorian Tourin-Lebret.

Fibra empreendedora

Formado pela École Centrale Paris em 2011, desenvolveu logo cedo nesta prestigiosa instituição seu gosto pelo empreendedorismo. Pouco mais de um mês depois de entrar para a escola, ele inicia com outros dois alunos um projeto fora do currículo.

“Desenvolver-se em inteligência emocional e relacional permite ter distância em relação às emoções, especialmente em um contexto profissional.

“O encontro com um engenheiro da Areva convenceu-nos de que a energia é um setor promissor. Depois de analisar várias opções, decidimos trabalhar sobre um sistema para medir todo o consumo de eletricidade de um edifício com base nas informações coletadas por um único medidor”, diz ele.

Assim nasceu o Smart Impulse em 2011, disponibilizando um contador de eletricidade inteligente que identifica cada ponto de consumo de eletricidade e, portanto, qualquer possível anomalia (iluminação noturna, ventilação dos quartos vazios, etc.). Uma ferramenta ideal para realizar um diagnóstico em tempo real e encontrar formas de poupar energia.

Um professor multifacetado 

Uma bela aventura, muito promissora, mas, passados alguns anos, Dorian Tourin-Lebret começou a aborrecer-se… “Chegamos a um momento crucial no desenvolvimento da empresa com cerca de trinta funcionários e ambições internacionais, mas acontece que a parte de organização e gerenciamento me interessava menos.” Ele decidiu então recuperar sua independência em 2018.

Ele passa a se dedicar ao ensino. “Na verdade, diz ele, sempre ensinei: aos alunos do ensino secundário quando estudava nos cursos preparatórios aos concursos das Grandes Escolas, aos alunos dos mesmos cursos preparatórios depois de entrar na Ecole Centrale Paris e aos estudantes de engenharia depois de fundar a Smart Impulse. Para mim, é uma oportunidade para compartilhar conhecimentos, mas também experiências. Aproveitei para me desenvolver em inteligência emocional e relacional, o que permite ter distância em relação às emoções, especialmente em um contexto profissional.

E este fã da meditação de atenção plena confessa com um sorriso: “O aprendiz de patrão se torna um patrão mais reativo, mais ágil. Você transforma um medo em um desejo. No fundo, é um enfoque de engenheiro: como funcionamos como pessoa.

Experiência imersiva na VivaTech

Mas somente ensinar não consegue satisfazer este jovem hiperativo. Graças a amigos, ele descobre a permacultura, e mergulha nesta nova área, como de costume sem reservas, através de leituras, estágios e encontros. Ele cria um jogo de tabuleiro “Supermaculture” lançado por conta própria em 2018 e vende cerca de 2000 exemplares. “Em seguida, tentei desenvolver um novo projeto em torno da agroecologia, mas desisti depois de um ano. Não consegui encontrar uma ideia que trouxesse um valor suficiente“. Rumo agora à aventura Gaïactica.

Hoje, o projeto, parcialmente financiado pela região Nouvelle Aquitaine, está em fase de implantação. Depois de Bordéus, onde vive há três anos (“Divido minha vida entre Paris e Bordeaux: essa foi minha opção de vida“, diz o nativo de Antony na região parisiense), Dorian Tourin-Lebret planeja implantar seu escape game em três a quatro outras cidades na França até ao final de 2020.

O conceito também está sendo adaptado nas empresas no âmbito dos treinamentos e das políticas de RSC. A apresentação de uma experiência imersiva com a VINCI Energies na feira VivaTech em junho de 2020 deverá ser um bom trampolim para este desenvolvimento BtoB.

10/09/2020

Descubra mais