Para transformar uma linha de transporte público tradicional em um sistema autônomo, a Axians Italia projetou uma solução inovadora para o sistema de comunicação digital de um metrô no Reino Unido, baseada em um guia de onda metálico.

É um dos metrôs mais antigos do mundo. Ele circunda o centro da cidade de uma grande metrópole britânica com uma linha circular de cerca de dez quilômetros, e quinze estações. Não houve nenhuma obra de modernização desde os anos 70; por isso, em 2017, foi lançado um projeto de grande porte, com o objetivo de transformá-lo em um serviço autônomo de transporte de passageiros.

O desafio consiste em modernizar todos os sistemas de comunicação de um local em operação dentro de um espaço extremamente limitado“, explica Giuseppe Martino, Public & Enterprise Provisioning Manager da Axians Italia Center South. Esta empresa da VINCI Energies, especializada em DCS (Data Communication System), atua em numerosos projetos em todo o mundo. Construídos em solos muito diversos (argila, areia e granito), os dois túneis de tráfego do metrô britânico têm uma bitola não superior a 3,35 metros e são essencialmente feitos de concreto e aço.

Uma solução inovadora

Para atender às exigências do cliente, levando em conta estas restrições físicas, a Axians Italia projetou uma solução inovadora para o DCS da instalação, baseada em um guia de ondas metálico, uma estrutura que guia as ondas eletromagnéticas enquanto limita a transmissão de energia.

O desafio consiste em modernizar todos os sistemas de comunicação de um local em operação dentro de um espaço extremamente limitado 

Esta tecnologia permite transmitir a sinalização sem utilizar as antenas tradicionais. Baseia-se em um sistema de comunicação de dados sem fio de 5 GHz. Uma solução inovadora e confiável validada pelo CNIT (Consorzio nazionale interuniversitario per le telecommunicazioni) que reúne 37 universidades públicas italianas e suas atividades de pesquisa, inovação e treinamento em tecnologias da informação e comunicação.

“Nossas equipes se encarregam de todas as fases, desde o projeto até os testes e comissionamento, e a montagem na Itália de armários TLC compostos por equipamentos passivos [cabos de dados e de potência] e ativos [equipamentos eletrônicos] para o DCS e MSN [Multi Services Network]”, explica Giuseppe Martino, que enfatiza o extenso trabalho de coordenação que isto requer de maneira contínua com as várias empresas envolvidas no projeto

Otimizar os serviços

A solução proposta pela Axians Italia atende aos requisitos em termos de perda de pacotes (unidades de dados), latência (tempo de transmissão) e jitter (variação de latência) quando são transferidas as células com um determinado ritmo (cerca de 80 km/s) no ambiente muito reduzido deste metrô.

A modernização destas infraestruturas de telecomunicações, que está em vias de conclusão, deve otimizar os serviços oferecidos aos usuários do metrô, em particular melhorando a parte de Controle e Operação do local, mas também reforçando os sistemas de segurança e fornecendo mais informações e serviços de melhor qualidade.

15/06/2021